Releases
  Banco de Imagens
  Clipping

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


 
Releases
 
 

Setor de serviços vive perspectiva de crescimento para Copa 2014

Muito se tem falado sobre os investimentos públicos em infraestrutura para a Copa do Mundo 2014. Entre outras questões, discute-se a ampliação dos meios de transporte, reforma e construção de estádios e a infindável disputa para receber jogos de abertura, finais entre outros.  Um assunto que tem ganhado pouco destaque é a participação do setor privado no processo de estruturação para o evento.

O setor de serviços é peça fundamental para que a Copa 2014 tenha sucesso. Desde a recepção, acomodação, alimentação, deslocamento e transfer até programações culturais, visitas guiadas e passeios turísticos. É grande o potencial que o maior evento esportivo do planeta proporciona.

A partir do momento em que a FIFA acenou positivamente para o Brasil, enorme expectativa atingiu os setores públicos e privados. Posteriormente, no entanto, um  golpe de realidade posicionou empresas, clubes e sociedade.  Não é possível repetir o exemplo africano e investir grandes somas de dinheiro, esforço e tempo para um evento de tão curta duração, sem que haja perspectiva de retorno. A readequação do projeto do estádio do São Paulo é a prova viva desse fato e a dificuldade em encontrar alternativas esbarra em dois fatores primordiais: tempo e capital.

Uma das atividades que terá uma demanda muito grande é a de transporte de executivos. Atores, músicos famosos, autoridades, políticos, celebridades, dirigentes serão figuras fáceis no período da Copa, o que exigirá que a logística necessária para o deslocamento dessas pessoas esteja disponível, pois o aumento da procura nessa época será enorme.

Segundo Fernando Cavalheiro, Diretor Comercial da CEP Transportes, a qualidade do atendimento e a disponibilidade de veículos é a principal preocupação do setor. “Os visitantes estrangeiros estão em busca de empresas estruturadas e capacitadas para atendê-los e estão dispostos a pagar um preço justo por isso. O visitante brasileiro tem maior acesso ao mercado e pechincha um pouco mais preço versus qualidade.”, salienta. “ Como forma de atender satisfatoriamente essa demanda estamos promovendo  o aumento de estrutura do departamento de atendimento – de 30 para 60 funcionários -; atendimento 24 horas, já iniciado; capacitação e treinamento para todos os colaboradores, contratação de funcionários bilíngues e treinamento da equipe para a segunda língua além da ampliação da frota. Temos pouco tempo para concluir tudo o que precisamos.”, afirma Cavalheiro.

De acordo com o executivo, o planejamento já vem sendo feito há algum tempo e a abertura de novos escritórios nas cidades-sede será um investimento que trará retorno após o evento, aumentando o alcance e cobertura da empresa. “Hoje atendemos a todos o Brasil, mas, estas novas bases são estratégicas para o aumento significativo que ocorrerá na busca deste tipo de serviço. A CEP Transportes possui escritórios em SP, Campinas e Curitiba e pretende ampliar sua atuação no mercado nacional, abrindo filiais no Rio de Janeiro, Cuiabá, Porto Alegre, Brasília e Salvador.”, finaliza. 

 

veja releases anteriores [+]

 

ASSOCIADA
 

 

 

 

Empresa
Histórico
Faça parte

Apresentação

 

Serviços
Logística em Eventos
Transporte Executivo
Locação de Veículos
Locação de Blindados
Turismo
Fretamento de Aeronaves
Imprensa
Releases
Banco de Imagens
Clipping
Contato
Unidades
E-mail
© 2010 - 2011 CEP Transportes - Todos os direitos reservados